7 de setembro de 2017

Exposição de Pintura até 15 de Setembro na Biblioteca Municipal

Até 15 de Setembro, no auditório da Biblioteca Municipal de Valpaços, está patente ao público mais uma exposição do pintor Alfredo Cabeleira. Cerca de duas dezenas de pinturas a óleo que retratam, na sua grande maioria, imagens do mundo rural.

A exposição pode ser visitada até 15 de Setembro, no horário regular da Biblioteca Municipal de Valpaços, à segunda-feira das 14h00 às 18h30 e de terça a sexta-feira das 10h00 às 12h30 e das 14h00 e as 18h30.

Fonte: http://valpacos.pt/?p=9220

FESTAS DO CONCELHO 2017 COROADAS COM SUCESSO


As Festas do Concelho 2017 foram participadas por milhares de pessoas, entre os dias 26 de Agosto e 3 de Setembro, por toda a cidade de Valpaços. A romaria em Honra de Nossa Senhora da Saúde superou todas as expectativas, pela adesão do público, facto com o qual o Executivo Municipal se congratula.

Ana Moura, Amor Electro e Tony Carreira foram os nomes mais conhecidos de um cartaz que incluiu outras atividades culturais, desportivas e religiosas.

Este ano era esperada a presença de ainda mais público, dada a aposta em nomes de enorme reconhecimento e, apesar da chuva ameaçar alguns espectáculos, o público aderiu em massa.

As Festas do Concelho 2017 tiveram início no fim-de semana de 26 e 27 de Agosto com o Torneio de Tiro aos Pratos, mas a música começou na segunda-feira, dia 28, na Rotunda do Tanque Novo com os AmigosVitó. Na terça-feira, 29 de Agosto, a Rua Heróis do ultramar recebeu o Festival de Tunas.

Como é tradição, teve lugar a procissão de velas, na quarta-feira, dia 30, com a imagem de Nossa Senhora da Saúde a ser levada desde o Santuário em sua homenagem até à Igreja Matriz. Seguiu-se o concerto pela Banda Municipal de Valpaços, em pleno Jardim Público.

Quinta-feira, 31 de Agosto, foi a vez da actuação de Ana Moura, considerada a fadista mais bem-sucedida e premiada do século XXI, sendo uma das recordistas de vendas de discos em Portugal. Seguiu-se o Grupo da “casa” Kubi2krew, que apresentou uma forte interação entre a animação e a música que interpretam.

Na sexta-feira, dia 1 de Setembro, o artista que subiu ao palco dispensa apresentações. Tony Carreira encheu o Largo da Feira, dando depois lugar ao Grupo Amor Electro. O público pulou, aplaudiu e cantou com a vocalista Mariza Liz ao som dos temas mais conhecidos do grupo, passados em revista naquele concerto.

No sábado, 2 de Setembro, ponto alto da romaria, dia em que a vertente religiosa das Festas da Nossa Senhora da Saúde tem maior destaque, o programa incluiu, depois da parte da manhã reservada para as bandas filarmónicas do Concelho, o 62.º Circuito Motorizado de Valpaços, que atraiu milhares de pessoas de todas as idades às bermas da estrada. Posteriormente teve lugar a procissão, que percorreu as principais artérias da cidade, desde a Igreja Matriz até ao Santuário, seguida da eucaristia.

À noite, em pleno Santuário, teve lugar o arraial com as bandas filarmónicas do concelho e a actuação de Victor Rodrigues. Findo o concerto deu-se início à grandiosa descarga de fogo-de-artifício, seguindo-se a actuação de mais um grupo musical para animar a noite.

No domingo, dia 3, decorreu a Prova de Motocross, na Pista do Cabeço, a contar para o Campeonato Nacional, e também o Circuito Nossa Senhora da Saúde em Ciclismo de Estrada.

À noite actuou, ainda, no Santuário outro grupo musical e o programa da edição 2017 das Festas do Concelho de Valpaços terminou com o fogo-de-artifício.

A Câmara Municipal de Valpaços agradece a todos os grupos, músicos e entidades, envolvidas na organização do evento, bem como às milhares de pessoas que participaram nas atividades e que conferiram espetacularidade às Festas do Concelho de Valpaços 2017.

Fontes: http://valpacos.pt/?p=9225

Candidato do PS quer "instalar" a democracia em Valpaços

O candidato do PS à Câmara de Valpaços, José Mimoso, definiu hoje como prioridade "instalar" a democracia neste concelho do distrito de Vila Real que sempre foi governado pelo PSD.

José Mimoso tem 56 anos, é professor do ensino secundário e foi presidente da junta de freguesia de Valpaços durante três mandatos.

É a primeira vez que se candidata à câmara e disse à agência Lusa que a prioridade é "combater o défice democrático" neste município que, desde as primeiras eleições livres em Portugal, sempre foi governado pelo PSD.

"São muitos anos, é um sistema que está muito enraizado, criam-se vícios e acima de tudo muita prepotência. Uma forma de estar e de ver a política que acaba por não trazer grande desenvolvimento", salientou.
O melhor do Diário de Notícias no seu email

Em Valpaços, referiu, "está tudo na dependência da autarquia", desde instituições a coletividades.

"Os órgãos diretivos são, no fundo, nomeados pelo próprio presidente da câmara e, portanto, há um défice democrático enorme, as pessoas acabam por não conseguir participar porque têm medo", frisou.

Devido à dificuldade em constituir listas, o PS não apresentou candidatura em todas as juntas de freguesia do concelho.

"Quem está dependente da câmara, por causa do emprego ou do negócio, depois não tem coragem de integrar uma lista. É, inclusive, difícil constituir listas por outra cor partidária que não o PSD", afirmou.

José Mimoso considera ser obrigação do PS "repor os valores da democracia" neste município.

O cabeça de lista socialista defendeu que é preciso atrair investimentos para o concelho, por exemplo, disponibilizando terrenos para a instalação de empresas, o que considerou ser importante para a criação de emprego e a fixação das pessoas.

"Os autarcas não se podem limitar a andar a angariar simpatias eleitorais porta a porta. A obsessão é, ano após anos, garantir a reeleição", afirmou.

As eleições em Valpaços, distrito de Vila Real, vão ser disputadas entre o atual presidente Amílcar Almeida (PSD), José Mimoso (PS), Fernando Nogueira (CDS-PP) e António Teixeira (CDU).

Fontes: http://www.dn.pt/lusa/interior/autarquicas-candidato-do-ps-quer-instalar-a-democracia-em-valpacos-8749035.html

CDU de Valpaços defende regionalização e transparência política

O candidato da CDU à Câmara de Valpaços, António Teixeira, defende a regionalização e opõe-se à municipalização dos serviços, reivindica a devolução das seis freguesias "roubadas" ao concelho e defende a transparência política.

Estudante de Direito com 22 anos, António Teixeira é ainda membro do PCP e é cabeça de lista pela segunda vez à Câmara de Valpaços.

O candidato disse ser defensor da regionalização, que considera ser essencial para o desenvolvimento de concelhos como o de Valpaços, mas ressalvou que é contra a municipalização de serviços como a educação ou saúde, porque considera que não se encaixam nas competências de uma autarquia.

António Teixeira considerou ainda que a democracia no concelho "é doente e esta doença advém do facto de ser posta em prática uma política sombria".

"A principal entidade empregadora do município é a Câmara. Valpaços nunca conheceu outra cor política e a CDU considera que, em tantos anos de poder local da mesma cor, se criaram interesses e vícios políticos. A CDU quer trazer para a câmara transparência na ação política", sublinhou.

O cabeça de lista reivindicou a devolução das "seis freguesias que foram roubadas ao concelho na reforma administrativa", que passou de 31 para 25.

E disse que é preciso inverter a perda de população que se tem verificado nos últimos anos e, por isso, propôs a "industrialização de setores fundamentais, como a castanha, o vinho o azeite e a amêndoa", apostando na transformação para dar mais valor aos produtos.

Defendeu que as zonas industriais, "praticamente abandonadas", sejam "tidas em conta na ação política do município".

Nesse sentido, quer que a autarquia construa pavilhões municipais devidamente equipados para arrendar a empresas, que, assim, terão mais facilidade em se instalar e criar postos de trabalho.

As eleições em Valpaços, distrito de Vila Real, vão ser disputadas entre o atual presidente Amílcar Almeida (PSD), José Mimoso (PS), Fernando Nogueira (CDS-PP) e António Teixeira (CDU).

Fonte: http://www.ojogo.pt/extra/lusa/interior/autarquicas-cdu-de-valpacos-defende-regionalizacao-e-transparencia-politica-8749048.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+OJ-Ultimas+%28OJ+-+Ultimas%29

CDS-PP aponta estratégia para Valpaços assente na revitalização

O candidato do CDS-PP à Câmara de Valpaços, Fernando Nogueira, delineou uma estratégia assente na revitalização do tecido empresarial, com forte aposta na agricultura e transformação dos seus produtos, e do ambiente político "antidemocrático".

Fernando Nogueira tem 56 anos, trabalha na área seguradora e é presidente da concelhia do CDS-PP de Valpaços.

Esta candidatura assumiu o slogan "revitalizar", aquela que é encarada como a palavra-chave para desenvolver este concelho despovoado e envelhecido.

"Precisamos de renovar, revigorar, o que já existe, encarando com outro prisma e alavancar algumas situações. Criar riqueza, emprego e fixar pessoas aqui neste concelho", sustentou.
O melhor do Diário de Notícias no seu email

Num concelho onde a principal atividade económica é a agricultura, o CDS defendeu que é preciso olhar para os seus principais produtos, como a castanha, o vinho e o azeite, apostar na qualidade e em outras aplicações ou seja, por exemplo, fazer farinha de castanha ou aplicar o azeite na indústria cosmética.

"A estratégia de desenvolvimento passa por esta aposta na agricultura, nestes produtos estratégicos", reforçou.

Fernando Nogueira disse acreditar que este é um município com "muito potencial" mas que está "muito empobrecido" e, por isso quer "diminuir assimetrias".

Nestas eleições, o CDS-PP apenas apresenta candidatura à Câmara Municipal e à Junta de Freguesia de Valpaços.

Fernando Nogueira salientou a dificuldade em constituir listas e disse que, em 2017, ainda encontrou no concelho um "défice democrático".

"Pensei que isto já pertencia ao passado", frisou.

Por isso, sublinhou, o CDS-PP quer "revitalizar esta maneira de estar" e "dissipar este tipo de ambiente doente e antidemocrático".

As eleições em Valpaços, distrito de Vila Real, vão ser disputadas entre o atual presidente Amílcar Almeida (PSD), José Mimoso (PS), Fernando Nogueira (CDS-PP) e António Teixeira (CDU).

Fontes: http://www.dn.pt/lusa/interior/autarquicas-cds-pp-aponta-estrategia-para-valpacos-assente-na-revitalizacao-8749040.html